Dentes de leite em adulto: verdade ou mito?

A infância é marcada por um momento muito especial e que, às vezes, gera algum medo nas crianças: a troca dos dentes de leite, conhecidos como dentição decídua, pelos dentes definitivos. Geralmente, esta mudança começa aos 6 anos, e uma criança chega a perder 20 dentes que dão lugar a outros 28 ou 32 dentes, que se pressupõe que serão permanentes. O número de dentes definitivos pode variar, pois existem os dentes do siso, que costumam aparecer entre os 17 e os 21 anos. Porém, já há quem nunca os venha a ter. Mas, será que é possível ter-se dentes de leite em adulto? Será um mito ou verdade?

Dentes de leite em adulto, pode?

Sim, é possível ter dentes de leite em adulto. Algumas pessoas não fazem a troca completa da sua dentição. Alguns fatores determinam este tipo de “problema” e uma das questões mais comuns para que isto ocorra é a herança genética. A ausência do dente permanente é chamada de agenesia dental.

Isso quer dizer que os dentes que seriam permanentes são parciais ou completamente ausentes. Além de questões hereditárias, é possível que lesões traumáticas ou até infeções possam ter impedido que os dentes permanentes se tenham desenvolvido.

Geralmente, ter dentes de leite em adulto não representa um problema, porque estes são tão eficazes quanto um dente definitivo. Mas, dependendo de como este esteja retido ou alinhado, é preciso ter cuidado, pois a sua limpeza pode ficar comprometida. Consequentemente, poderá ter mais facilidade em desenvolver uma cárie e até doenças periodontais.

O posicionamento dos dentes de leite pode ainda causar o desalinhamento dos dentes permanentes e fazer com que mais dentes fiquem tortos na arcada dentária.

Um dente que não seja permanente pode ficar mais frágil

Além de ter uma aparência diferente dos definitivos, os dentes de leite em adulto podem acabar por “amolecer” com o tempo e também podem ser mais frágeis que os definitivos. Quando este problema ocorre, a pessoa acaba por ter dificuldades com a mastigação e ortodônticas. Como o dente é menor que os restantes, pode não suportar a mastigação e, no caso da perda de um dente de leite que não tenha um definitivo para o substituir, a solução é colocar Implantes Dentários.

Quer saber uma curiosidade? Se um lado da sua arcada tem um dente de leite, provavelmente vai ter um lado do corpo desproporcional, já que há uma diferença de tamanho entre um dente de leite e um permanente. Ter um dente de leite pode causar problemas de saúde? Sim, pode. Dores de cabeça, enxaquecas, dores cervicais e até desvio na coluna. Ou seja, os dentes de leite em adulto podem ser algo com que se deve preocupar.

Como saber se ainda tenho dentes de leite?

Mesmo que perceba que tem um dente que nunca caiu para dar lugar a um definitivo, deve procurar um médico dentista, para que este faça uma avaliação da sua dentição. Em caso de dúvida, para saber se ainda tem dentes de leite em adulto, será necessário realizar uma radiografia.

A queda natural dos dentes de leite na infância acontece quando o nosso organismo vai, naturalmente, desfazendo as suas raízes para que possam dar lugar aos dentes definitivos. Ou seja, quando os dentes de leite caem já não têm raiz. O mais importante, com dentes de leite ou sem eles, é que cuide sempre da sua saúde oral.

Os Implantes Dentários podem resolver o problema

Um dente de leite que não tenha caído pode permanecer na boca durante décadas, sem apresentar nenhum problema ou incómodo. Aliás, muitos adultos acabam por descobrir que ainda possuem dentes de leite na sua arcada de forma completamente casual. Se descobriu que tem um dente de leite, só um profissional poderá indicar se precisa de fazer algum tipo de tratamento ou se o dente está em condições de permanecer na sua arcada. Mas, se é um adulto que ainda tem dentes de leite e descobriu que este precisa de ser extraído, para evitar problemas futuros, o ideal é iniciar já um tratamento, e a opção pode ser colocar um Implante Dentário.

Precisando de extrair um dente de leite, caso opte por colocar implantes dentários, será necessário começar pela substituição da raiz natural do dente, diretamente no osso, através de um pino. Este material é feito de titânio, que é biocompatível e permanece no nosso organismo sem lhe causar qualquer tipo de dano. O tipo de material utilizado é fundamental para o sucesso do procedimento, para que não haja rejeição por parte do organismo. E no MEID pode ter a certeza de que utilizamos os materiais mais indicados para preservar a sua saúde oral e geral.

O MEID pode ser o seu aliado na colocação de Implantes Dentários

Podemos afirmar isto porque o nosso propósito é a reabilitação da saúde oral, através de clínicas de excelência na área da Implantologia Dentária, nas principais cidades europeias, como Londres, Paris, Lisboa e Porto. Os tratamentos dentários do MEID são realizados Centro Europeu de Reabilitação Oral Avançada, em Portugal. O CEROA tem equipas experts em Implantologia Dentária, diversos tipos de tratamentos e ainda pode contar com pagamentos acessíveis a todos os que sofrem de perda dentária.

Se tem dúvidas sobre se é um adulto com dentes de leite, pode agendar uma consulta de avaliação oral sem compromisso. Esta é uma ótima oportunidade para saber como está a sua saúde oral e, caso tenha problemas orais, ficará logo a saber qual a melhor forma para os solucionar de forma segura, confortável e sem preocupações!

Adicionar comentário