É preciso ter em atenção a gravidez e a saúde oral!

Estar à espera de bebé é sempre um momento de muita alegria, mas também é necessário ter vários cuidados e atenção. Muitas pessoas não sabem, mas há uma ligação direta entre gravidez e saúde oral. É que durante este período o corpo da mulher sofre mudanças físicas e hormonais e todas estas alterações podem acabar por refletir-se também nos seus dentes e gengivas. Por isso, durante a gestação, ou até antes de colocar em prática o sonho de ser mãe, é necessário saber que a gravidez e a saúde oral podem caminhar juntas para que este seja um percurso confortável e seguro.

Qual a ligação entre gravidez e saúde oral?

As mudanças no corpo da mulher durante uma gestação revelam-se em alterações a nível metabólico. Toda a preparação do corpo para conceber um bebé acaba por interferir diretamente com a saúde bucal da futura mãe. Mas, o que acontece efetivamente? Durante a gestação a produção de hormonas como o estrogénio e progesterona aumentam. Isto acontececom o objetivo de ajudar no desenvolvimento da placenta que acolhe a criança. O problema é que estas hormonas acabam por afetar diretamente o sistema vascular, inclusive, a boca.

Ainda no primeiro trimestre da gestação, que é o período mais sensível desta nova fase, e no qual o corpo ainda se está a adaptar às transformações, qualquer mudança hormonal pode reduzir o PH da saliva, o que a deixa mais ácida, por exemplo. Esta situação pode potenciar o aparecimento de cáries ou problemas com o esmalte dentário. É por este e outros motivos, que a gravidez e a saúde oral precisam de estar alinhadas para que haja conforto e se evitem outros problemas de saúde oral.

Que tipo de problemas é comum surgir?

Devido às alterações vasculares, pode haver uma maior incidência no aparecimento de bactérias na boca. Fatores como este podem revelar-se em problemas como inchaço, vermelhidão e sangramento da gengiva. Esta é a famosa gengivite, que pode ser evitada com o uso de fio dentário e, inclusive, com uma higienização mais cuidada.

Se não for tratado, este problema, que na verdade é um tipo de inflamação, pode evoluir para algo ainda mais complicado. A futura mãe pode acabar por desenvolver um problema inflamatório chamado periodontite, que já constitui um quadro clínico um pouco mais delicado, dado que a infeção pode intensificar-se e comprometer o tecido de sustentação do dente. A periodontite também provoca o surgimento de tártaro, pode gerar desconforto e dor, mau hálito e até alterar um pouco o paladar da mulher.

O principal problema que daí advém é a possibilidade de perda óssea e a perda do dente. E, chegando a este ponto, haverá a necessidade de um tratamento com Implantes Dentários. Provavelmente, a futura mãe deseja que a sua gravidez e saúde oral decorram normalmente e sem problemas de maior.

Gravidez e saúde oral: os cuidados essenciais

O ideal é fazer um check up quando ainda está a pensar em engravidar. Mas, mesmo que tenha uma saúde oral cuidada, a higienização bem feita e utilize fio dental, algumas dicas extra podem ajudar a evitar problemas com os seus dentes durante a gestação. A principal é não deixar de visitar um médico dentista caso sinta que algo está errado com a sua saúde oral. Além disso, existem outras dicas que podem ser valiosas:

  • Escovar os dentes pelo menos duas vezes por dia, utilizando o fio dentário
  • Enxaguar a boca com água para diminuir a acidez caso tenha problemas de vómitos
  • Se tiver problemas de vómitos, tente escovar os dentes com pasta sem sabor
  • Comer alimentos com vitamina D e cálcio para ajudar a fortalecer dentes e gengivas
  • Evitar alimentos muito doces, pois o açúcar potencia o desenvolvimento de bactérias na boca

Outra sugestão é visitar o seu médico dentista de três em três meses durante a gestação para garantir que está tudo bem com a gravidez e a saúde oral.

Mitos e verdades

Sim, os mitos existem e precisam de ser esclarecidos porque é importante saber até que ponto o que se fala sobre a relação entre gestação e saúde oral é, ou não, verdadeiro. Isto evita que faça algo que aparentemente poderia ser mau, e vice-versa. Um mito, por exemplo, é que os dentes da mulher ficam mais fracos porque “divide o cálcio” com o bebé. Mas, conforme já referimos nas dicas acima sobre o que deve fazer para que exista uma associação saudável entre gravidez e saúde oral, é importante que tenha cuidados com a alimentação para bem da sua saúde, no geral.

Existem dois mitos quem precisam de ser esclarecidos: o de que uma mulher grávida não pode fazer um Raio-X à boca e , o outro, que não pode tomar anestesia. Se uma mulher gestante precisar de efetuar um desses procedimentos, existem algumas particularidades que ocorrem e que precisam de ser esclarecidas. No caso da radiografia da boca, a radiação emitida é baixa, por isso veste-se um colete protetor de chumbo durante o exame, mantendo a zona de radiação afastada da localização do feto.

Já no caso das anestesias, atualmente os profissionais de odontologia já utilizam uma medicação que não possui vasoconstritores. Isso significa que não contém substâncias que comprimam os vasos sanguíneos. Porém, apesar deste tipo de medicação poder ser utilizada, é importante que seja apenas em caso de emergência. Afinal, todo o cuidado é pouco quando se cuida de vidas.

Precisa de um tratamento? Não hesite em procurar um profissional!

No MEID – Movimento Europeu de Implantes Dentários, há uma premissa de que para cada caso existe uma solução. Se está a planear engravidar e já perdeu algum dente ou durante um check-up foi detectada a necessidade de colocar Implantes Dentários, o MEID pode ser o seu aliado na solução deste problema. Ao longo dos anos, ajudámos na reabilitação oral de milhares de pacientes que hoje sorriem sem receio ou vergonha e que recuperaram a qualidade de vida e autoestima através da colocação de Implantes Dentários.

O MEID utiliza as técnicas mais modernas de Implantologia Dentária presentes no mercado, uma equipa de profissionais altamente qualificados, e clínicas localizadas em Portugal, França e Inglaterra. Já são mais de 40.000 sorrisos renovados com uma taxa de sucesso superior a 95% e o melhor: condições de pagamento exclusivas e ajustadas às suas necessidades. Esta é a sua oportunidade de planear antes de engravidar e de assegurar que a gravidez e a saúde oral estão em consonância. Para o efeito, pode fazer uma avaliação oral sem compromisso e tirar todas as suas dúvidas, seja qual for o seu caso.

Adicionar comentário