Endodontia: Conheça este tratamento fundamental para a saúde oral!

Quem já sofreu com dores de dentes ou com problemas de sensibilidade nos dentes, ao comer alimentos quentes ou frios, provavelmente teve que procurar por um médico dentista especialista em endodontia.

Porém, aqueles que nunca precisaram de ir ao consultório de um médico dentista expert nessa área da Medicina Dentária devem estar a questionar-se sobre o que será esta especialidade. Que tratamentos fazem parte dela? Para que casos é a mais indicada?

Responsável por tratar e cuidar das partes internas dos dentes, a endodontia é uma especialidade fundamental para a manutenção do seu sorriso e também para ajudar a manter a sua saúde oral em dia.

Continue a ler este artigo para saber mais sobre a endodontia, quais dos seus procedimentos são os mais indicados para cada caso e que tratamentos fazem parte desta especialidade dentária. Vamos lá?

 

O que é a endodontia?

endodontia ilustração

Vamos começar por entender, primeiro, o que é, de facto, a endodontia. 

Esta é uma das especialidades mais importantes da Medicina Dentária, responsável por diagnosticar, tratar e prevenir as doenças que afetam as partes internas dos dentes, ou seja, a raiz, a polpa e os tecidos periapicais, que são os que envolvem a raiz dentária.

Esta área foca-se na realização de terapia de reabilitação oral, sendo que apenas o médico dentista expert em endodontia está apto para realizar os procedimentos.

Apesar de muitas pessoas pensarem que esta especialidade corresponda apenas ao “tratamento de canal”, verá mais adiante que ela inclui mais de um procedimento que e é mais complexa do que podemos pensar.

 

Casos em que a Endodontia é a área indicada

Geralmente, estes tratamentos dentários são indicados sempre que haja recomendação de algum profissional de área da saúde, traumas ou fraturas que afetem partes internas dos dentes, comprometendo a raiz do dente.

Os seguintes casos costumam exigir que sejam feitos procedimentos endodônticos:

  • Acentuada sensibilidade nos dentes a alimentos quentes e/ou frios;
  • Traumas, como fraturas, consequentes de algum acidente ou prática desportiva;
  • Cáries dentárias profundas;
  • Dores agudas nos dentes;
  • Dentes partidos ou fraturados.

 

Principais tratamentos

Como dissemos anteriormente, a endodontia é uma especialidade que vai muito além de realizar um “tratamento de canal”. Isto porque existem, dentro dessa dela vários procedimentos. Conheça alguns:

 

Pulpectomia

Este é o procedimento é uma das fases do “tratamento de canal” e consiste em retirar a polpa do dente, quando esta está infecionada.

Feito em mais de 1 sessão, este tratamento tem como resultado a restauração final e total do dente, com resina, porcelana ou metal, recuperando o seu aspeto natural, para lhe conferir uma aparência quando sorrir. Porém, em casos em que os dentes estão partidos ou danificados, o médico dentista pode usar um pino cimentado ou implantes dentários no canal, para aí colocar uma coroa.

 

Pulpotomia

Este é o procedimento mais indicado quando uma lesão ou cárie não atinge a polpa radicular. Consiste na remoção da polpa coronária, para preservar o tecido pulpar.

Também é realizada quando a inflamação afeta uma pequena parte da polpa coronária ou quando a coroa se apresenta inteira ou com as paredes mais sólidas.

 

Tratamento Expectante

Neste procedimento é feita a remoção da maior quantidade possível do tecido cariado, mas não de toda a cárie, para não expor o tecido pulpar do dente. Por fim, é realizada a selagem com uma restauração própria, com cimento de hidróxido de cálcio na parede de fundo do dente.

Aqui, o objetivo é proteger o complexo dentina-polpa e selar provisoriamente essa cavidade, sendo indicado para casos em que uma polpa dentária não foi completamente comprometida.

Curiosamente, este procedimento poder ser conduzido por um médico dentista que não seja expert em endodontia.

 

Curetagem Pulpar

É o procedimento responsável por remover superficialmente a polpa coronária. É o mais apropriado quando uma polpa fica exposta, devido a algum tratamento anterior, ou quando é contaminada por microrganismos da cavidade oral.

 

Quais os benefícios desta área

A endodontia traz muitas vantagens aos pacientes. Entre os principais, podemos destacar:

  • Impedir a deterioração da saúde oral;

  • Evita as condições sistémicas de infeções, causadas pelas bactérias ao entrar em contacto com os seus dentes;

  • Tratamento de cáries;

  • Acabar com a dor e a sensibilidade nos dentes;

  • Aumenta a autoestima;

  • Melhora a estética do paciente.

 

Assim sendo, ao conhecer mais sobre a endodontia, percebemos a sua importância para o tratamento de algo tão sensível para todos: a saúde das partes internas dos nossos dentes. E, no caso de haver cáries, lesões ou traumas nos dentes que afetem a sua vida, não deixe de procurar um médico dentista expert nesta importante área da Medicina Dentária, para que o problema seja tratado e resolvido o quanto antes.

Se gostou de ler este artigo, partilhe-o com os seus amigos e familiares e continue a acompanhar o nosso blog, pois sempre teremos informações fresquinhas para que possa cuidar da sua saúde oral.

Adicionar comentário