Problemas dentários: o que são e o que fazer

A saúde oral é decisiva na manutenção do nosso bem-estar e qualidade de vida, funcionando como um termómetro sobre a saúde do nosso corpo, já que a relação entre ambas está comprovada. No que diz respeito à saúde oral, alguns problemas dentários podem comprometê-la, como as cáries, a doença periodontal, o cancro oral, a perda de dentes e outras manifestações.

Segundo o Global Burden of Disease Study 2017, as doenças orais afetam 3,5 bilhões de pessoas em todo o mundo. As suas consequências afetam muitos aspectos da nossa vida diária e é por intermédio da boca que é possível identificar algumas doenças, como a diabetes, a sífilis e a anemia.

Porque é que existem problemas dentários?

Existem inúmeros fatores que desencadeiam problemas dentários, muitos deles podem ser evitados pois são ocasionados por alguns hábitos e estilos de vida que cultivamos. Na nossa boca existem bactérias, vírus e fungos, sendo que alguns já pertencem à condição normal da cavidade oral e geralmente são inofensivos em pequenas quantidades. Mas, por exemplo, quando a nossa alimentação está desequilibrada, propiciamos condições para que as bactérias produtoras de ácido se multipliquem e acabem por dissolver o esmalte do dente, causando assim um dos problemas dentários mais comum: as cáries.

problemas_dentarios

Os fatores que mais contribuem para a probabilidade de desenvolver problemas dentários são:

  • má higiene oral
  • tabaco
  • consumo de álcool
  • má alimentação
  • diabetes
  • uso de medicamentos que reduzem a produção de saliva
  • genética e hereditariedade
  • alterações hormonais
  • refluxo ou azia

 

Principais problemas dentários

Cáries

As cáries são uma doença oral considerada bastante comum em função da sua elevada incidência na população. Geralmente é consequência de uma higiene oral inadequada, na qual as bactérias decorrentes dessa má higienização causam placa bacteriana e destroem o esmalte dos dentes. Existem casos em que mesmo com uma boa higienização podem desenvolver-se cáries. Estas situações podem ocorrer devido à pouca produção de saliva, à genética ou a uma dieta demasiado açucarada desde a infância. Quando uma cárie não é tratada pode resultar em perda dentária.

Bruxismo

O bruxismo, também conhecido como o rangido ou cerramento dos dentes, é uma condição que acontece de forma inconsciente e involuntária durante a noite, enquanto se está a dormir. O problema ocorre em função de uma pressão anormal sobre as articulações dos maxilares e manifesta-se ocasionando um movimento dos dentes semelhante a um “rangido”.

Algumas das consequências do bruxismo são: desgaste dos dentes, rachas nos dentes e próteses, sensibilidade, dor e mobilidade dos dentes, dores de cabeça e dor na articulação temporomandibular. O tratamento adequado deve ser indicado com a análise realizada pelo seu médico dentista, que deverá analisar as causas e alternativas para tratar do seu caso.

Gengivite

A gengivite é uma doença que afeta as gengivas na sequência da acumulação de placa bacteriana e de tártaro nos dentes. É considerada a fase inicial da doença periodontal (periodontite) e geralmente tem como principal sintoma o sangramento das gengivas, podendo também ocorrer vermelhidão e inchaço. Quando não tratada, a gengivite pode fazer com que os dentes percam a sustentação dos tecidos e do osso e fiquem moles, correndo o risco de partir ou cair.

Periodontite

A doença periodontal é a evolução da gengivite. É caracterizada por uma infecção na gengiva que atinge os tecidos de suporte dos dentes – osso e ligamento periodontal. Assim como na gengivite, é causada pela acumulação de placa bacteriana e de tártaro nos dentes. No entanto, o que distingue uma doença da outra é que na periodontite acontece a destruição dos tecidos que sustentam os dentes.

Na periodontite a gengiva desce e a raiz do dente fica exposta, causando sangramentos, formação de pus e mau hálito. Os dentes começam a ficar moles e, consequentemente, ocorre também alteração da sua posição. Podem também aparecer espaços denominados bolsas periodontais entre a raiz e osso, permitindo que aconteça uma maior acumulação de microorganismos.

Um quadro de periodontite agravado pode conduzir à perda dentária devido ao enfraquecimento dos tecidos de suporte.

Como evitar problemas dentários?

Um sorriso saudável merece a sua dedicação e atenção diária. Escove os dentes pelo menos três vezes ao dia, principalmente após as refeições. A higienização oral completa é composta pela escovagem, utilização de fio dentário e de elixir. Segundo o Bárometro da Saúde Oral de Portugal, apenas 5% da população tem por hábito utilizar fio dentário e 9% assumem utilizar elixir. A implementação destes hábitos é fundamental para adquirir mais saúde oral e qualidade de vida.

problemas_dentariosPara complementar os seus cuidados dentários, além dos hábitos de higiene diários, é preciso visitar o seu médico dentista regularmente. Ao realizar uma consulta, ficará a saber através do seu médico dentista qual o estado da sua saúde oral. Além disso, irá poder realizar uma limpeza mais profunda.

 

 

Os meus problemas dentários agravaram-se. O que devo fazer?

Se já sente na pele as consequências que os problemas dentários acarretaram para a sua saúde oral, não perca a esperança: estes danos podem ser resolvidos! O primeiro passo para curar as doenças orais começa com a realização do diagnóstico correto. Para que isso aconteça, é necessário efetuar uma avaliação oral com profissionais qualificados. Só após este passo, e já com o diagnóstico certo, é possível dar início ao tratamento adequado e personalizado para o seu caso.

Com o MEID (Movimento Europeu de Implantes Dentários) o seu sorriso estará seguro e em boas mãos! O movimento que recupera a saúde oral em toda a Europa e proporciona mais qualidade de vida, perite que obtenha de volta o sorriso e adquira dentes e gengiva saudáveis.

Com recurso às técnicas mais modernas de Implantologia dentária presentes no mercado e profissionais altamente qualificados, o MEID disponibiliza soluções dentárias e tratamentos para todos os casos, mesmo os mais complexos. O Movimento conta com clínicas localizadas em Portugal, França e Inglaterra e oferece condições exclusivas e ajustadas às suas necessidades de forma a que o seu novo sorriso se possa tornar uma realidade. Desde 2008 o MEID já contabilizou mais de 40.000 casos de sucesso de Reabilitação Oral com Implantes Dentários.

Quer sorrir tranquilamente e saber mais sobre o MEID? Clique aqui e agende a sua avaliação oral sem custos com a nossa equipa expert em Implantologia Dentária.

Adicionar comentário