Como a restauração dentária pode eliminar as cáries

A cárie é o problema dentário mais comum. Crianças, jovens ou adultos, todos sofrem com este problema, causado principalmente pela falta de higienização oral. Para quem adora doces, é preciso estar mais atento aos cuidados diários. Caso contrário, é muito provável que venha a ter cáries, podendo vir a precisar de fazer uma restauração dentária. Essas temíveis inimigas vão dar pequenos sinais da sua presença no seu sorriso se não forem tratadas rapidamente.

O tratamento para a generalidade destes casos é a restauração dentária, um procedimento realizado pelo Médico Dentista com o objetivo de tratar o dente afetado, permitindo que ele restabeleça a sua forma e função ideais. Saiba como esta intervenção pode acabar com as cáries.

 

Como funciona a restauração dentária?

Ao ser diagnosticada pelo Médico Dentista, a cárie é removida, eliminando toda a lesão do dente. Depois, limpa-se a área atingida. Por fim, a restauração é feita com um dos materiais restauradores próprio ou através da colocação de uma coroa sobre o dente.

restauração dentária arte

Tipos de restauração dentária 

  • Resinas compostas combinam com a cor dos seus dentes e, portanto, são utilizadas quando se deseja uma aparência mais natural. Os ingredientes são misturados e colocados diretamente na cavidade, onde endurecem;
  • Restaurações de porcelana, que podem ser incrustações ou facetas. São feitas no laboratório à medida e, posteriormente, cimentadas no dente. Podem combinar com a cor do dente e resistir às manchas. Geralmente, a restauração de porcelana cobre a maior parte do dente;
  • Coroa sobre o dente é outra solução, quando o dente está mais desgastado. Neste caso, lima-se o dente de forma a que a coroa encaixe nele sem dificuldade.

 

A cárie que atingiu o nervo ou  polpa pode ser tratada de duas formas: através do tratamento de canal (em que o nervo danificado é removido) ou através de um procedimento chamado proteção pulpar, que consiste na cobertura da polpa para tentar manter o nervo vivo.

 

A restauração é a única solução para a cárie?

Nem sempre a restauração é a única opção. Neste caso, o raio-X é importante para escolher o tratamento e a abordagem mais adequada, a partir da observação do dano causado, da sua extensão e localização da cárie.

Quais são os cuidados necessários após uma restauração dentária?

Embora seja um procedimento simples e não invasivo, a restauração dentária requer alguns cuidados básicos. Após a restauração, o Médico Dentista orienta o paciente quanto às precauções que devem ser tomadas nas primeiras horas após o procedimento.

Dependendo do tipo do material aplicado e de que dente foi tratado, pode ser necessário permanecer de jejum ou evitar alguns alimentos nas horas seguintes. Mas, na maioria dos casos, isso não é necessário.

 

Continue a higienizar os seus dentes

A sua higiene oral deve continuar a ser realizada normalmente após a restauração. Invista numa boa escova de dentes com cerdas macias e flexíveis, que se adaptam aos contornos dos seus dentes e gengivas, removendo a placa bacteriana em pontos de difícil acesso.

Descubra outros cuidados importantes para os primeiros dias após a realização da restauração:

  • Utilizar o fio dentário pelo menos uma vez por dia;
  • Mastigar as refeições lentamente;
  • Evitar mascar pastilhas elásticas e comer doces;
  • Não ingerir alimentos muito quentes nem muito frios;
  • Visitar o seu Médico Dentista para uma consulta de rotina com a periodicidade por ele indicada;
  • Realizar uma boa higiene oral após todas as refeições.
 

Complicações causadas pela cárie dentária

Prevenir é sempre o melhor remédio. Portanto, não descure da higienização dos seus dentes. Caso a cárie apareça e não faça nenhum tratamento para se ver livre do problema, a desmineralização irá danificar completamente os seus dentes. E se essas bactérias conseguirem chegar à raiz do dente, pode desenvolver-se um abcesso e provocar a perda do dente.

Evite problemas maiores. Vá ao Médico Dentista com regularidade.

Adicionar comentário